quinta-feira, 1 de junho de 2017

Transistor como chave

Este circuito nos permite verificar como funciona o transistor em sua mais Importante aplicação.

O aluno vai verificar quando ocorre a saturação de um transistor, e de que modo podemos ligar e desligar uma carga de corrente elevada a partir de uma corrente muito menos, usando para isso um transistor.

inicialmente colocamos o potenciômetro na sua posição de máxima resistência, ou seja, com o cursor todo para o lado do terminal não usado.

Coloque as pilhas no suporte.

Com S1 aberto, vemos que não circula corrente alguma pelo Led, pois não há polarização para a base do transistor.

Fechando S1 notaremos que o transistor já é polarizado no sentido de conduzir, porém, como P1 está na sua posição de máxima resistência a corrente de coletor também, o que leva o Led a acender com brilho muito fraco.

Girando então o eixo do potenciômetro no sentido de diminuir sua resistência, e aumentando a corrente de coletor, com o aumento conseqüente do brilho do Led.

Chega, entretanto um instante em que o Led atinge o brilho máximo.

O transistor estará saturado, e mesmo continuando a diminuir a resistência do potenciômetro, não temos aumento correspondente da corrente de coletor.

Dependendo do ganho do transistor usado a saturação pode ocorrer em pontos de maior ou menor resistência apresentada pelo potenciômetro.

LISTA:

Q1 – Transistor BC548 ou equivalente

Led1 – Led vermelho comum

B1 – 4 pilhas pequenas

S1 – Interruptor simples

P1 – 1MΩ - potenciômetro ou TRIMPOT

R1 – 470Ω x 1/8W – resistor (verde, azul, marrom)

Diversos:

ponte de terminais ou matriz de contatos, fios solda, etc.