quinta-feira, 1 de junho de 2017

Provador de Componentes

Esse instrumento útil prova de componentes e utiliza um Led como elemento indicador.

O que temos é um simples circuito alimentado por pilhas que serve para nos dizer se um componente está bom ou não.

Além de bobinas, transformadores, resistores e capacitores, o provador também testa diodos e transistores.

Seu princípio de funcionamento é o seguinte:

temos uma bateria de 3 volts (duas pilhas) um resistor e um Led, todos  em série e com eles duas pontas de prova.

Se entre as pontas de prova for ligado qualquer componente que apresenta baixa resistência e portanto deixe a corrente passar, o Led acende indicando isso.

Caso contrário, não havendo circulação da corrente, o Led não acende.

Na figura temos a montagem completa do provador que pode ser instalado numa pequena caixa plástica.

Quando encostamos as pontas de prova nos terminais de um diodo polarizado-o de modo direto, havendo a condução da corrente o Led acende.

Invertendo o diodo, não havendo condução (polarização inversa) o Led não acende, conforme mostra a figura.



Se o Led acender nas duas posições do diodo, então dizemos que ele está “em curto”, ou seja, trata-se de um diodo queimado.

Se o Led não acender em nenhuma das posições, então dizemos que ele está “aberto”.

Também neste caso, trata-se de um diodo queimado.



Veja que estes procedimentos também servem para se identificar o anodo e o catodo que esteja com a marcação apagada.

LISTA:

Led – Led vermelho comum

B1 – 3 volts – duas pilhas pequenas

R1 – 200Ω x 1/8w – resistor (vermelho, vermelho, marrom)

PP1, PP2  - pontas de prova

Diversos:

suporte de pilhas, fios, caixa para montagem, solda, etc.