sábado, 5 de novembro de 2016

É Bom Saber - Parte 7

19. Podemos usar um transformador de maior corrente que a exigida originalmente numa fonte?

O transformador é um dos componentes que determina a corrente de saída de uma fonte.

Se usarmos um transformador de maior corrente devemos apenas cuidar para que os demais componentes, sejam capazes de suportar a nova corrente caso a fonte tenha uma corrente maior exigida pelo que deve alimentar.


20. Por que podemos usar um fusível de apenas 500 mA na entrada de uma fonte de 12 volts x 2 amperes?

A potência de um circuito é dada pelo produto tensão x corrente.

Assim, se uma fonte de 12 volts fornece 2 amperes, sua potência é de 24 watts.

Se esta fonte for alimentada em 110 volts, para fornecer os 24 watts, a corrente será de aproximadamente 220 mA, pois 0,22 x 110 = 24,2.

Na verdade, será uns 20% maior, uma vez que existem perdas na forma de calor no transformador e no próprio circuito regulador.

Em todo caso, ela não passará dos 300 mA.

Isso significa que um fusível de 500 mA protege perfeitamente esta fonte, não queimando com seu funcionamento normal.

21. Por que determinados componentes precisam ser montados em radiadores de calor?

A corrente elétrica, passando por qualquer meio que lhe ofereça certa resistência, converte o esforço para vencer esta resistência em calor.

Se o calor gerado nesta passagem não for transferido para o meio ambiente, a temperatura do meio (qualquer componente) se eleva.

Para os componentes eletrônicos é importante a manutenção numa determinada faixa de temperatura, o que significa que, se eles geram calor, este calor precisa ser transferido para o meio ambiente.

Em componentes de baixa potência, o calor gerado é pouco e pode ser transferido para o meio ambiente (dissipado) a partir de seu próprio invólucro e dos terminais.

No entanto, para componentes maiores, precisamos aumentar a superfície de contato com o meio ambiente para que o calor possa ser transferido para o ar e isso é conseguido com o uso de radiadores ou dissipadores de calor.


Isso ocorre com circuitos integrados e transistores de potência, além de outros componentes como SCRs e TRIACs.