sexta-feira, 4 de novembro de 2016

É Bom Saber - Parte 6

14. Qual a diferença entre diodos de silício e de germânio?

Os diodos de germânio começam a conduzir com uma tensão mais baixa (0,2 volts) que os de silício (0,6 volts).

Isso significa que os diodos de germânio são mais indicados na função de detecção de sinais de pequena intensidade, levando vantagem em relação aos diodos de silício.

15. Posso usar um resistor de maior potência em lugar de um de menor potência?

Havendo lugar para a montagem do componente na placa de circuito impresso nada impede o uso.

16. Posso usar um resistor de tolerância mais baixa em lugar de um de mais alta?

Neste caso também, nada impede que um resistor de mesmo valor que o original, mas tolerância de 5% em lugar de 10%, seja usado numa aplicação.

17. Como entender o código de 5 anéis dos resistores de tolerância mais estreita?

Os três primeiros anéis dão os três primeiros dígitos da resistência.

O quarto anel dá o fator de multiplicação ou número de zeros e o quinto anel, a tolerância:

Exemplo:

marrom, preto, preto, laranja, marrom 100 seguido de 3 zeros com tolerância de 1% ou 100 kΩ x 1%.

18. Podemos alimentar um circuito com uma fonte de maior corrente que a originalmente exigida?

A corrente exigida por uma carga quando submetida a uma determinada tensão é dada apenas por suas características.

Assim, se uma lâmpada de 6 volts ou um circuito qualquer foi projetado para drenar uma corrente de 100 mA, quando ligado nesta tensão, tanto faz ligarmos esta lâmpada ou circuito numa fonte de 6 volts x 500 mA ou 6 volts x 10 amperes, que a corrente drenada será de 100 mA.

Isso significa, que ao projetar uma fonte para um circuito, devemos ter apenas o cuidado para que a corrente que ela seja capaz de fornecer seja maior do que a corrente que será exigida pelo circuito.